Reflexão sobre igualdade de gêneros marca o Dia Internacional da Mulher na Paranapanema

Colaboradoras e terceiras foram convidadas para assistir e debater sobre o documentário “Precisamos falar com os homens?”, da ONU

 

(09/03/2017) A desigualdade de gênero é uma das violações mais persistentes de direitos humanos nos dias de hoje. Ainda que estejamos caminhando para uma realidade mais igualitária entre homens e mulheres, ainda há muito a se construir.

O Dia Internacional da Mulher, 8 de março, deste ano foi de bastante reflexão na Paranapanema. Colaboradoras e terceiras da Companhia foram convidadas para assistir o documentário "Precisamos falar com os homens? Uma jornada pela igualdade de gêneros", produzido pela ONU Mulheres e PapodeHomem.

Após a exibição do documentário, um bate-papo foi conduzido com o grupo, marcado por muitos depoimentos e sugestões de ações. Sessões de exibição foram realizadas em todas as plantas da Paranapanema pelo Brasil e reuniram, ao todo, cerca de 300 mulheres.

O filme “Precisamos falar com os homens? Uma jornada pela igualdade de gêneros” busca mostrar que a igualdade de gênero é uma questão que afeta a todos e todas e que, portanto, é benéfica a homens e mulheres. Nele é investigado como se formam, se sustentam e de que modo podemos desconstruir os estereótipos de gênero nocivos, que perpetuam o nosso cenário atual. O documentário é resultado de uma pesquisa qualitativa que rodou o Brasil e será complementado pela pesquisa quantitativa online ainda em curso.

A ação faz parte da campanha #HeForShe, movimento global da ONU Mulheres para a igualdade de gênero e o empoderamento das mulheres, cujo objetivo é engajar homens e meninos para novas relações de gênero sem atitudes e comportamentos machistas.

Código de Ética – Dentro da Paranapanema, igualdade de gênero é mais que uma prática: é regra. Baseado em sua missão, visão e valores, o Código de Ética reúne os princípios da Companhia, reflete sua identidade e colabora diretamente para o fortalecimento da relação que a empresa estabelece com a sociedade e o meio ambiente, agindo sob estilo justo, correto e respeitoso. Dentro do documento, existem orientações que promovem diretamente a equidade de direitos. Confira trecho descrito no capítulo “Relação com colaboradores”:

“Acreditamos na diversidade de colaboradores para compor um time que reflita a cultura organizacional, os interesses de negócio da Empresa e o desenvolvimento sustentável do setor industrial e das comunidades em que estamos inseridos. Desta forma, promovemos a equidade de direitos independentemente da origem cultural, étnica, financeira, de idade, escolha de gênero, religião, opinião política e/ ou orientação sexual. Repudiamos e não toleramos condutas de assédio moral e/ ou sexual de qualquer natureza, seja de que origem ou parte for, sendo estas ocorrências passíveis às medidas legais cabíveis de medidas disciplinares”.

Seguindo uma sugestão das próprias colaboradoras, a Paranapanema organizará e lançará, em breve, um grupo de discussão com encontros periódicos para as mulheres debaterem seus direitos, deveres e oportunidades, dentro e fora do trabalho.

Clique aqui e assista você também o documentário. Venha, conosco, enriquecer este debate.

 

 

2014 © PARANAPANEMA . Todos os direitos reservados